segunda-feira, 21 de maio de 2018

Cerveja e saúde


Cerveja não faz bem à saúde, diz tribunal alemão ao contestar anúncio
A cerveja não pode ser vendida como algo que faz bem, determinou um tribunal alemão nesta quinta-feira (17) depois que um grupo de direitos do consumidor processou uma cervejaria por causa de um anúncio que sugere falsamente que a cerveja traz benefícios para a saúde.
A disputa com a cervejaria Haerle, situada em Leutkirch, cidade do sul da Alemanha, começou quando um grupo de proteção ​do consumidor protestou contra o uso da palavra "bekömmlich", que tem conotações de saúde e de sabor.
O Tribunal Federal de Justiça alemão manteve um veredicto de uma corte inferior, segundo a qual a palavra não pode ser usada em anúncios de bebidas que contêm mais de 1,2% de álcool.
A corte afirmou que "bekömmlich", que não tem tradução exata, mas pode ser assemelhada a "salutar", descreve mais do que o sabor da cerveja."O termo 'bekömmlich' é entendido pelo público relevante como 'saudável', 'benéfico' e 'digerível'", disse o tribunal.
Quando usado para descrever alimentos, significa que o produto é absorvido e tolerado facilmente pelo sistema digestivo mesmo se consumido por longo prazo, argumentou a corte, acrescentando que a cerveja às vezes causa problemas de saúde.
A Alemanha, antes a maior consumidora do mundo deste tipo de bebida e famosa pelo festival anual de cerveja Oktoberfest, testemunhou uma queda de consumo de 17% desde 1993, mas as cervejarias esperam que a Copa do Mundo, que começa no mês que vem, provoque um crescimento nas vendas.



sexta-feira, 18 de maio de 2018

Furst Bier 5 anos

A imagem pode conter: texto

Lembro de ter carregado no colo essa cervejaria quando ela era ainda um Bebê. Paulinho e Geraldinho Furst entraram na Associação de Cervejeiros, estudaram, pediram para que eu pudesse guardar malte na minha casa, pediram chopeira emprestada para eventos urgentes; socorri quando o gás acabou. Fiz o que qualquer um deveria ter feito: ajudado a seguir em frente. E deu certo! Como deu! O que posso dizer é que eles trabalharam duro, deram o melhor de si, sempre com muito entusiasmo e um sorriso largo no rosto. Tentaram, acertaram e seguiram em frente. E para a minha felicidade, abriram um pequeno pub pertinho de minha casa.

Tenho orgulho desses caras. Colocaram a cidade de Formiga novamente na rota da cerveja artesanal, iniciada por Salvador Schembri, na primeira década do século passado. Estes jovens, já proporcionaram instrução, emprego e renda para o município de Formiga e para muita gente. Estes atributos devem ser levados em conta quando se menciona o termo "Cultura Cervejeira", que ultrapassa o simples fato de beber uma cerveja de qualidade.

Aqueles que tiverem o dia livre ou que está na região das cidades de Formiga, Pimenta, Capitólio, Escarpas do Lago, sugiro ir nos 5 anos da Furst! Eles merecem ser prestigiados! Aos amigos da Furst Bier, como diz a música dos Piratas do Caribe: Hoist the colours!!! Levantem a Bandeira!!! Parabéns e vida longa!

Mondial de La Bière São Paulo

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Presente em 3 países o Mondial de La Bière é um dos maiores eventos que reúne a cerveja de micro cervejarias e cervejas especiais.

Fundado no Canadá em 1994, e com edições internacionais no Brasil e na França, o evento reúne fabricantes, distribuidores e importadores de cervejas.

Ao surgir no Brasil em 2013, o Mondial abriu mais um leque de opções para quem quer conhecer um pouco mais sobre o segmento de cervejas premium, por meio de degustações, troca de experiências e informações diretamente com produtores e/ou seus representantes, gerando formação de opinião e bons negócios.

Além de boas cervejas, show e palestras são parte integrantes das atrações.

O Mondial está em São Paulo, neste fim de semana, no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes, KM1, sob a administração da Fagga Eventos, a mesma empresa que auxilia a elaboração da Brasil Brau. Saiba mais em http://mondialdelabieresp.com.br/

VERACE 2 anos

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Verace completa 2 anos de muito trabalho e conquistas que merecem comemoração

Retransmitimos com louvor a mensagem da equipe Verace:

A Verace comemora seu segundo ano de vida no dia 04/08 de 12h às 23h, e com você, que já faz parte de nossa história, a festa estará completa!!
Assim como no ano passado, teremos muita cerveja, gastronomia, música boa e uma superestrutura que promete agradar da criançada aos cervejeiros de plantão!!
❖ MÚSICA ❖
- Up n’GO (Pop)
- Poison gas ( Rock)
- Dona Odete ( Rock)
- Os KaraVelho ( Rock)
✰ GASTRONOMIA ✰
Em breve.
✰ ESPAÇO KIDS ✰
➜ Retirada dos ECO COPOS ou TAÇAS:
Adquira seu eco copo ou taça da VERACE, leve 1L de leite e retire seu ingresso na portaria do evento.
* Compre 5 fichas de cerveja antecipadamente e evite filas. Cada ficha poderá ser trocada por 300Ml de qualquer chopp disponível no evento.
❖ LOCAL ❖
Av. Jardim Canadá, 212 – Jardim Cánada
❖ TRAGA SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO❖
Infos: contato@cervejariaverace.com.br

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Cervejaria Albanos do Brasil CABRA

Albanos apresenta sua nova vertente e plataforma


Para quem conhece o mundo boêmio de Belo Horizonte, sabe que o Albano´s é um ponto tradicional da cidade. Criado em Minas Gerais por Rodrigo Ferraz em 1996, o Albano's foi uma franquia formada pela Rede Albano's, fundada pelo paulistano Albano Celini, o empresário que fortaleceu o famoso Bar Pinguim, de Ribeirão Preto, no ano 1965.

Nesta semana de maio, o Albano's reabre suas portas com uma nova roupagem e uma nova plataforma de entretenimento aos clientes e associação com o público produtor de cervejas, formador de opinião. No formato de brewpub, a administração agora está nas mãos do jovem Felipe Ferraz que tem, entre suas atribuições, convidar jovens cervejeiros a criar receitas da bebida e produzindo cervejas através do compartilhamento de ideias e experiências. O objetivo é fomentar a interação e promover a coletividade e o empreendedorismo sobre um ponto em comum: A arte de produzir uma boa cerveja ao público consumidor.

Com seis estilos, as cervejas do Albano's estão a cargo do mestre cervejeiro Pablo Mariz de Carvalho, membro e ex-diretor da ACervA Mineira, Associação dos Cervejeiros Artesanais de Minas Gerais. Pablo Carvalho é também detentor da marca La Roche Saasgard, criada em 2007.

Num encontro marcado com amigos e profissionais do segmento cervejeiro mineiro e nacional, a jornalista Fabiana Arreguy e Felipe Ferraz divulgaram as premissas da nova plataforma. No andar inferior do brewpub foi construído um espaço destinado à cursos profissionalizantes e eventos particulares.

Vale a pena conhecer a nova casa e apreciar as cervejas que estão sensacionais. A gastronomia variada tem o toque particular do Albano's.

O Cervejaria Albanos do Brasil está no mesmo endereço. Rua Pium-í, 611, Sion.

#PLATAFORMAALBANOS







quinta-feira, 26 de abril de 2018

Falke Bier 14 anos

14 anos!

Retransmitimos com louvor a mensagem do mestre cervejeiro Marco Falcone, publicada por ele no Facebook, em comemoração aos 14 anos da Falke Bier:

"No dia 23 de abril de 2004 iniciávamos uma gloriosa e honrada batalha, a de revolucionar o mundo cervejeiro no país. Fabricar cervejas diferenciadas e mostrar ao consumidor que havia uma carga cultural e histórica ainda não desvendada ao consumidor brasileiro. 14 anos depois estamos recarregando os pulmões para uma nova fase, de crescimento, de novidades que consistirão certamente em um novo salto. Parabéns a todos que ajudaram e ajudam neste crescimento, parabéns aos colaboradores e sócios. Parabéns Falke!"

Parabéns à esta adolescente que tanto gostamos!

Um brinde!

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Enquente do Bob - Repostas do Henrique




Henrique Oliveira


1) Melhor IPA produzida no Brasil (American, Imperial/Double, New England/Juicy, Black, White, Belgian, Red etc)
Cervejaria Uaimií – Carcará IPA
Justificativa
Tomar essa cerveja no Pub da Cervejaria Uaimií é uma experiência e tanto. Amargor no teor certo, sem exageros, boa cremosidade e sabor acentuado. Apresenta ótima drinkability.

1 a) Melhor cerveja de origem inglesa/irlandesa produzida no Brasil
Cervejaria Klein Bier – Brown Ale
Justificativa
Notas tostadas, cor acobreada dão um toque adicional à essa cerveja. Uma das minhas preferidas.

1 b) Melhor Ale produzida no Brasil (outros estilos, exceto os dos itens 1 e 1a
Cervejaria Krug Bier – Pretensão Wood-Aged Beer
Justificativa
Cerveja complexa, maturada em carvalho francês, deixa uma incógnita do que tem dentro do líquido. Sabor, aroma e cor fantásticos! Vale a pena cada centavo.

2) Melhor Pilsen/”tipo Pilsen” produzida no Brasil (German Pils, Bohemian Pils, American Lager, American Light Lager, Australasian, Latin American or Tropical Style Light Lager e International Style Pils)
Cervejaria Walls – Bohemian Pilsener
Justificativa
Um show de capricho à parte.

2 a) Melhor Lager produzida no Brasil (outros estilos, exceto o do item 1)
Cervejaria Backer – Tommy Gun Double IPA
Justificativa
Eita cerveja boa! Amargor, douçura residual, cor exuberante, enfim, um show!

3) Qual a melhor Sour/Wild Ale produzida no Brasil? (cervejas ácidas)
Não votou
Justificativa
Não tomo cervejas do estilo.

4) Qual a melhor Wood/Barrel Aged Beer produzida no Brasil? (cervejas maturadas em madeira)
Cervejaria Krug Bier – Pretensão Wood-Aged Beer
Justificativa
Cerveja complexa envelhecida em carvalho francês. Alcóolica, apresenta aromas e sabores dignos do estilo, bastante complexo. Um abraço aos cervejeiros Alfredo, Ronildo e equipe que fizeram dessa cerveja uma verdadeira jóia.

5) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Chimay – Chimay Blue Grand Reserve
Justificativa
Tomei uma Chimay que guardei desde 2013 em minha casa. A cerveja estava perfeita, digna de nota máxima.

6) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Samuel Adams – Boston Lager
Justificativa
Cerveja complexa, e com alta drinkability. Sempre voto nessa cerveja, que além de apresentar um bom gosto, o preço ainda é acessível.

7) Melhor Sour/Wild Ale estrangeira à venda no Brasil
Não votou
Justificativa
Não tomo cervejas do estilo.

8) Melhor Wood/Barrel Aged estrangeira à venda no Brasil
Tennet’s – Tennent’s Whisky Oak
Justificativa
Cerveja complexa, uma novidade trazida pela Beer Maniacs. Vale a pena experimentar.

9) Melhor cerveja caseira do Brasil (favor citar estilo, nome, sobrenome e cidade do cervejeiro; votos não identificáveis serão anulados)
Não votou
Justificativa
Não tive a oportunidade de tomar uma cerveja caseira esse ano. Me enviem exemplares, eu compro!

10) Em 2017, você consumiu:
b) Menos cervejas que em 2016

11) Do total consumido, a maioria era
a) Nacional

12) Qual foi sua principal forma de consumo de cerveja?
a) Garrafa

13) Em relação a growlers/crowlers, você
a) Usou menos que em 2016

14) Onde você consumiu mais cervejas em 2017?
c) Em casa

15) Melhor bar cervejeiro nacional
Templo Cervejeiro Backer – Belo Horizonte
Justificativa
Ao meu ver, disparadamente é o melhor bar-restaurante no Brasil. Vale a visita, vale tomar boas cervejas lá, ao lado dos proprietários, gerentes e garçons. O atendimento é cortês, há refeições e cervejas sensacionais. Vá e comprove.

15 a) Melhor brewpub/taproom nacional
Ateliê Wäls – Belo Horizonte
Justificativa
A Wäls tinha tudo para sair de BH e ir para o Rio, São Paulo, etc., mas resolveram ficar na capital mineira. Isso é um feito de seus criadores, Tiago e José Felipe Pedras que, com coragem, criaram um verdadeiro ateliê da cerveja, com arquitetura arrojada, modernista, desenhada pelo arquiteto renomado Gustavo Pena. Tomar um chope lá é especial.

16) Quando você acessa uma mídia cervejeira, qual seu objetivo principal?
e) Outros

17) Qual mídia cervejeira você mais acessa?
a) Blogs/Sites

18) Qual o melhor dentre os representantes da mídia cervejeira que você mais acessa? (baseie-se na sua resposta à pergunta anterior, ou seja, se escolheu blogs/sites, por exemplo, informe apenas qual o melhor blog ou site)
Beer Art – O Portal da Cerveja
Justificativa
Diariamente o blog lança novidades e sua base de reportagens é bem acessível, para fins de pesquisa e consulta.

19) Melhor evento cervejeiro nacional de 2017
Experimente – Nova Lima
Justificativa
É um encontro cervejeiro mensal, que ocorre sempre no segundo sábado do mês, faça chuva, faça sol, reunindo mais de 10 mil pessoas por evento. Trata-se de um momento social onde famílias levam suas crianças para brincar, fazer piqueniques. Desde os primórdios de sua criação não houveram tumultos ou confusões e sim oportunidade de conhecer pessoas, comidas, cervejas e música de qualidade. É um evento social, formador de cultura, sobretudo cultura cervejeira.

20) Melhor fato cervejeiro de 2017
A coragem dos produtores de cervejas, que surgem aos montes a cada ano que passa. Empreender neste segmento de indústria não é fácil, tem que ter dedicação, dinheiro e persistência. Na contramaré da crise, muitos empresários investiram e isso é positivo tanto para o setor, para o consumidor e ao Estado, que receberá seus impostos.

21) Pior fato cervejeiro de 2017
Os impostos precisam ser reduzidos. Microcervejaria é microempresa. Tem que haver reduções de alíquotas para auxiliar o desenvolvimento do segmento. Aqui cabe um adendo: novos segmentos, novos modelos de negócios devem ter uma menor de tributação, para que haja uma redução dos impostos indiretos, criando acessibilidade e uma nova cara no sistema de consumo. Governos devem ganhar impostos por consumo e não alíquotas.

22) Qual a maior inovação cervejeira de 2017 e qual deve ser a de 2018?
Aumento no volume de eventos cervejeiros colocando em prática o que o segmento microcervejeiro deve ser: um prestador de serviços. Produtos de qualidade várias cervejarias produzem, inclusive as megascervejarias. Entretanto, estar cara a cara com o cliente, prestando serviços de atendimento, entretenimento e comunicação são itens essenciais, trata-se de um diferencial competitivo. Para 2018, o mercado se recuperará (aos poucos) e a criação de novas cervejarias será uma constante. Orçamento e planejamento estratégicos devem ser primordiais, levando em consideração que 2017 foi um ano de baixo faturamento e de renegociação dívidas de curto prazo. Atenção deve ser dada ao Dólar e ao Euro que devem subir de patamar, tendo em vista a redução dos juros SELIC. Por fim, cabe as microcervejarias focar em melhorar a eficiência os gastos operacionais, como por exemplo gastos com energia elétrica (usem lampadas LED!), gases, água e serviços de logística. No mais, desejo sorte ao segmento.

23) A Catharina Sour reúne condições para ser reconhecida formalmente como estilo brasileiro?
c) Não sei
Justificativa

24) Qual sua opinião sobre a atuação da Abracerva (entidade que reúne microcervejarias brasileiras) em 2017?
f) Não sei/não acompanho
Justificativa

25) Diante do tamanho atual do mercado, o total de cervejarias ciganas:
c) Ainda é pouco e há espaço para mais produtores ciganos se apresentarem
Justificativa
Meus grifos: ‘O Brasil é um continente dividido em 23 países’. Há muito espaço para crescer, desde que não haja aglomeração de mercado, em determinados polos (sobretudo as Capitais). A concorrência é saudável, mas quando há excesso de oferta, essa acaba por danificar a saúde do mercado. Acredito que o futuro das cervejarias ciganas e das microcervejarias deverão seguir os passos da microregionalização. Acredito que aquele empreendedor que montar uma pequena fábrica no interior de um Estado, será reconhecido e prestigiado em pela comunidade em que ele estará inserido. A empresa certamente sobreviverá e prosperará, com o apoio da comunidade local. Há muitas cidadezinhas históricas com turismo pungente, cidades médias com bom PIB percapta atraente, cidades com fluxo de pessoas interessantes. Nessas regiões há muito espaço para crescer. Por que não experimentar? Baden-Baden, Eisenbanh são exemplo de empresas que iniciaram suas atividades em cidades relativamente pequenas.

26) O que você acha de importadores/distribuidores venderem cervejas diretamente ao consumidor, e não apenas em pontos de venda (bares, restaurantes e lojas)?
a) A favor
Justificativa
Apresentar produtos a mercado direto, não é problema, desde que haja referência, qualidade e preço. Há muita cerveja importada de qualidade, há muito cerveja ruim também. O mesmo vale para as nacionais. Aqui cabe um adendo: os mesmos direitos que uma cerveja importada tem no Brasil, a cerveja nacional deverá ter. Uma atenção especial deve ser dada pelo MAPA. Isso cabe não só para cervejas: cabe para vinhos, aguardentes, queijos, etc.

27) O que você tem feito para que seu consumo / sua produção de cerveja cause menos impacto ambiental no planeta?
Procedimentos de reciclagem consciente.

28) Você manteve ou mantém algum tipo de relação comercial ou profissional com as cervejas, pessoas e locais citados nas perguntas acima? Em caso afirmativo, favor indicar os números das questões em que isso ocorre.
Não. Todas as respostas foram baseadas em análise independente, com empatia.
Real Time Web Analytics