sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Biergarten Ribeirão 7 anos

Biergarten: Empório & Bar
Biergarten de Ribeirão Preto completa 7 anos em plena atividade

Retransmito com muita satisfação as palavras do amigos Marcelinho e Gabriela;

O sete é o número natural que segue o seis e precede o oito. São as 7 maravilhas do mundo, o número 7 da arte e das notas musicais,  das virtudes humanas e dos pecados capitais, das cores do arco íris, dos mares (de cerveja), dos Power Rangers e das esferas do dragão.

Depois de 25.554 dias, olhamos para trás e vemos: um dia, no balcão do nosso bar predileto, um guardanapo desenhado com um simples plano de negócio. Uma ideia, um sonho e muito empenho para, em 3 meses, inaugurar a "lujinha". Sim, nosso Biergarten: Cultivando Prazeres, aquele de 17m2, com 68 rótulos. Antes fomos pedir a benção ao nosso papa cervejeiro e ganhamos nossa primeira geladeira, uma Antoine belga, que era de um dos primeiros bares especializados de um certo Xavier  que tinha fechado.  Já pensou que inauguramos com um bistrôzinho e três banquetas? Nossa clássica mesa comunitária veio depois.

O tempo passou, rompemos a estatística brasileira e comemoramos nosso primeiro ano e com ele nossa primeira Oktoberfest. Uma festa simples, com poucas chopeiras e muito animada. Essa animação era garantida por um quinteto de sopro tocando musiquinhas alemãs.

Esse Sr. Tempo é impetuoso e foi passando. E a "lujinha" foi crescendo, quebramos o limite e anexamos mais dezessete metros quadrados com mais mesas, geladeiras (que ninguém podia mexer) e mais 5 torneiras de chope. De gole em gole, de sarau em sarau, as coisas foram mudando. O sarau acabou, o Finado João surgiu e com ele, o som estava garantido no BGT.

Mas ficar igual por muito tempo para nós não é uma opção aceita: queríamos mudar, deixar de ser "a lojinha do Mercadão", para ser um bar! Éramos um bar sem cozinha, onde você podia ir andar pelo Mercadão e voltar com sua bandeja de queijos, castanhas e pastéis. Queríamos fazer o nosso pastel, ter o nosso cheiro de gordura, ter mais mesas, mais espaço e mais geladeiras - agora essas, ninguém mais além de nós iriamos mexer! Como poucos sabem, essa foi a "piadinha interna" em muitas outras geladeiras cervejeiras da cidade.

Resolvemos crescer, comemos o pão que o diabo amassou em uma reforma que esse estendeu por longos e quase infinitos 120 dias. Incompetência ou não, nunca contrate o BOB construtor. Com todos os desafios durante a reforma, o BGT voltou a ficar com 17 metros. E meses depois abrimos o Biergarten: Empório & Bar que somos agora. E como não sabemos ficar quietos, já é hora de mudar!

O universo cervejeiro brasileiro mudou muito nestes 7 anos, Ribeirão Preto deixou de ser a capital do chope para ser o polo cervejeiro do país com 6 cervejarias, de dois ou três cervejeiros caseiros para um número que nem a ACerva deve saber. Falando nisso, nós sabemos dos 40 primeiros que fizeram o curso com o Leonardo Botto em 2.009.

Não vivemos do passado e sim, temos orgulho dele!
Amigos do Biergarten

Com esse orgulho agradecemos aqueles que passaram em nossas mesas e balcão: uma, duas , três vezes e mais ainda aqueles que voltam sempre. Destes tantos, alguns hoje fazem parte da nossa vida, temos um vínculo de afeto, de amizade, de cumplicidade e de amor.  Acompanhamos casamentos, viagens, gestações, nascimentos e vemos, ano após ano, os filhos dos nossos amigos crescendo junto com o nosso filho Biergarten.

Refletindo, achamos que acertamos mais do que erramos, que agradamos mais que desagradamos. Não somos santos e nem pretendemos ser. Trabalhamos honestamente e seguimos nossos conceitos e convicções, onde sim é sim e não é não, sem saideira e chorinho. Abrimos as portas para o mercado de hoje, onde você pode beber uma boa cerveja em quase qualquer lugar, participamos ativamente do que hoje é esse mundaréu de cervejeiros caseiros, bebemos das primeiras produções de quase todas as cervejarias da cidade. Estamos aqui para ficar mais 7 anos. Ou mais.

Que venha o oitavo ano e hoje é dia de comemorar!

Parabéns, Biergarten! Sete anos cultivando prazeres!

domingo, 18 de outubro de 2015

Mestre-Cervejeiro BH

Pessoal;

Passei pela Rua Fernandes Tourinho indo em direção à minha casa quando vi na esquina  uma nova franquia de meu amigo Daniel Wolff - Mestre Cervejeiro. Muito bacana o ambiente, formado por três sócios que trabalharam juntos na Magnesita - Augusto, Carlos e Rodrigo.

A paradinha foi bacana e oportuna. Logo na entrada havia uma banca de comidas típicas alemã e um chope especial - Karpens, do meu amigo Thomas Karpens. Lógico que tive que tomar dois copos!

Além da loja, há uma parte inferior que será dedicada a cursos, brassagens e degustações.

Aos amigos da Mestre-Cervejeiro um brinde e boas vendas!
Rua Fernandes Tourinho 1010, bairro de Lourdes, próximo ao Estadual Central.



sexta-feira, 16 de outubro de 2015

AB Inbev

Rei da cerveja viaja na classe econômica, usa jeans e adora pressão

Bruno Fahy/AFP
(Bloomberg) -- Carlos Brito diz que a companhia que ele administra e as garrafas de cerveja que a empresa vende têm um aspecto muito importante em comum: os conteúdos estão sob pressão.
"Se você quer obter o melhor de seus funcionários é preciso pressioná-los o tempo todo", disse o diretor brasileiro da Anheuser-Busch InBev NV a uma sala cheia de estudantes na Stanford Graduate School of Business em 2010.
Brito, 55, um protegido do negociador Jorge Paulo Lemann, vem fazendo exatamente isso nos dez anos em que está no comando da fabricante da Budweiser.
Ele elaborou um estilo de gerenciamento muito exigente que lhe rendeu margens de lucro incomparáveis na indústria e elogios tanto dos analistas do setor de bebidas alcoólicas quanto de decanos de faculdades de Administração. Os retornos aos acionistas durante sua administração foram quase o dobro que o de seus colegas.
Agora, Brito, um milionário que vai de jeans ao trabalho, evita os escritórios e prefere viajar na classe econômica, embarcou em sua maior jogada, uma transação de US$ 106 bilhões para comprar a cervejaria britânica SABMiller.
A oferta da terça-feira (13), a quarta após um mês de combate público, conseguiu a aceitação do conselho da SABMiller onde as propostas anteriores tinham fracassado.
"Carlos Brito é um dos figurões mais calculistas e batalhadores que eu já tive oportunidade de ver em ação", disse David "Bump" Williams, que dirige uma firma de consultoria no setor de bebidas alcoólicas em Shelton, Connecticut, em mensagem enviada por e-mail.
"Talvez ele não seja o tipo de pessoa que iria com você a um jogo de beisebol e dividiria uma cerveja, mas em termos de negócios há muito poucos melhores do que ele".

Pressão

Em parte, a decisão foi impulsionada pela pressão que o próprio Brito está sentindo, pois as vendas em mercados-chaves, como os EUA e o Brasil, estão estagnando. As ações da AB InBev caíram 15% nos últimos seis meses.
Com a fusão, a cervejaria terá acesso a mercados de crescimento mais acelerado na África, onde 65 milhões de pessoas chegarão à maioridade para o consumo de bebidas alcoólicas até 2023.
Mas são os executivos da SABMiller que vão vivenciar em breve a existência carregada de pressão que Brito adota. Basta perguntar a um dos gerentes de longa data da Anheuser-Busch em St. Louis, se você conseguir encontrar algum.
Quando a InBev de Brito comprou a histórica cervejaria americana em 2008, ele demitiu aproximadamente 1.400 pessoas, cerca de 6% da folha de pagamento da empresa nos EUA. Com os cortes, Brito teve a oportunidade de encaixar funcionários mais jovens e ambiciosos que aderiram à cultura eficiente e voltada aos resultados que ele professa.
"A primeira camada dos dois escalões administrativos mais altos foi embora desde o primeiro dia" depois de fechado o negócio, disse ele aos estudantes de Stanford. "Isso foi ótimo porque nós promovemos pessoas e eles disseram: 'Essa é minha companhia agora'".

Mentor

Brito aprendeu esse modelo de negócios com o também brasileiro Lemann, que pagou os estudos de Brito em Stanford e tem sido seu mentor desde então. Depois de estudar engenharia mecânica no Rio de Janeiro, onde nasceu, Brito conhece Lemann, 76, através de um amigo da família.
Quando Brito se formou, em 1989, ele foi trabalhar como gerente de vendas na Brahma, uma cervejaria brasileira controlada por Lemann. Agora, ele é membro fundador da firma de private equity 3G Capital, que financia a AB InBev.
A Brahma cresceu através de aquisições e em 2004 se fusionou com a Interbrew, da Bélgica. O acordo transformou a player regional latino-americana em uma potência mundial, com marcas, como Stella Artois, que existem há séculos. Em dois anos, Brito e seus partidários brasileiros estavam no comando, substituindo o CEO John Brock.
Esses acólitos, como o diretor financeiro Felipe Dutra e o diretor de vendas Luiz Fernando Edmond, trabalham ao redor de uma mesa grande na sede da empresa em Park Avenue, Nova York.
Há uma diferença gritante com os confortáveis escritórios panorâmicos que pontilham a maior parte dos arranha-céus do centro de Manhattan - sem falar nos alojamentos da SABMiller no elegante bairro de Mayfair, em Londres.
Por que essas acomodações tão simples? "Porque isso faz com que a informação flua", disse Brito em 2010. "Estabelecemos conexões em reuniões de dois minutos na mesa. Conseguimos fazer muito mais coisas. Não há onde se esconder".
Mais informações e fonte: http://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2015/10/14/rei-da-cerveja-viaja-na-classe-economica-usa-jeans-e-adora-pressao.htm

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Dou-lhe uma, dou-lhe duas...vendida por 109 bi!

SABMiller Brand Photograhy 2011

Credit: Jason Alden/OneRedEye
Image is copyrighted

SABMiller aceita oferta de compra da AB InBev por US$ 109 bi

por AFP
A britânica SABMiller, número dois do mundo no setor de cervejas, aceitou a última oferta de compra da líder do setor, a AB InBev, de capital belga e brasileiro, pelo equivalente a 109 bilhões de dólares (96 bilhões de euros), uma das maiores aquisições da história.
O grupo com sede em Londres explicou que o Conselho de Administração alcançou um acordo com a AB InBev, segundo qual a empresa número um do mundo pagará por cada ação da SABMiller por 44 libras esterlinas, o que eleva o valor da companhia britânica a 71,2 bilhões de libras (109 bilhões de dólares).
Se a transação for concretizada como o previsto, o novo grupo incluirá as marcas de cerveja americana Budweiser e belga Stella Artois, pertencentes à AB InBev, assim como a italiana Peroni, a tcheca Pilsner Urquell e a holandesa Grolsch da SABMiller.
Com esta compra bilionária, a AB InBev abre caminho na África, particularmente na África do Sul, onde a SABMiller nasceu há 120 anos.
Se ao valor da compra for adicionada a dívida do grupo, a SABMiller fica avaliada em quase 80 bilhões de libras (122 bilhões de dólares, 108 bilhões de euros).
O preço de compra representa uma valorização de 50% na comparação com a cotação do título em 14 de setembro, antes dos boatos sobre uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) que elevaram o preço, destacou o Conselho de Administração da SABMiller.
Para obter o acordo, a AB InBev teve que aumentar quatro vezes sua oferta, recorda o Conselho em um comunicado.
Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/sabmiller-aceita-oferta-compra-ab-inbev-us-109-091658596--sector.html

terça-feira, 6 de outubro de 2015

007 Heineken

A Heineken é fera na produção de vídeos que envolvem cenas de ação. Veja o spot 007 Spectre. Bacana! Bom vídeo e um brinde!

SABMiller X AB Inbev

SABMiller rejeita primeira oferta da AB Invev

Fonte: Guide Investimentos.

Gosling Bier

Gosling Bier lança nova cerveja na Capital Mineira.

Aviso aos amigos cervejeiros de plantão!

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Compre do pequeno negócio

5 de outubro - Movimento compre do pequeno negócio.
5 de outubro foi escolhido
o dia do movimento
“Compre do Pequeno Negócio”
.
Sabe aquela padaria perto de casa, aquele salão aonde sua vizinha sempre vai? O pequeno comércio ajuda a movimentar a economia do país, descubra como:

FACILIDADE: o pequeno comércio está perto de você.
EMPREGOS: eles são responsáveis por 52% dos empregos formais no Brasil - milhões de brasileiros tiveram o primeiro emprego em pequenas empresas.
DESENVOLVIMENTO: comprar em pequenos negócios movimenta o comércio local e cria oportunidades para quem mora ali
.

Está lembrado da microcervejaria perto de sua casa? Um brinde!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Uaiktoberfest 2015


O Uaiktoberfest tradicional festa da Alemanha realizada em Minas Gerais, chega a sua quinta edição e pela primeira vez será em Belo Horizonte, no Parque Municipal, nos dias 03 e 04 de outubro.
Haverá danças e comidas típicas da Baviera e a presença de diversas cervejarias artesanais como Ax Beer, Backer, Da Cuesta, Do Monge, Magma, Krug Bier,Santa Tulipa, Cervejaria de Fazenda Uaimií e Wäls.
Um evento que cativou os mineiros na cidade de Nova Lima e agora é parte também do hall de festividades de BH. Imperdível!
Real Time Web Analytics