quinta-feira, 22 de junho de 2017

CBN Sabores

Cervejarias diversificam consumo da bebida em BH e abrem novo mercado na cidade

Além da produção de novas marcas de bebidas, alguns restaurantes estão apostando na harmonização de pratos e em experiências gastronômicas novas.

por Rusty Marcelini.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Centro de Tecnologia AB InBev

AB InBev's Global Innovation and Technology Centre

Innovation is the core business of this place. Nice Video.


domingo, 18 de junho de 2017

XII Encontro Nacional das ACervAs

Encontro Nacional das ACervAs prestigia os premiados em concurso interno 

Retransmito com louvor as palavras de Kelvin Parabéns aos nossos associados que concorreram e principalmente aos que conquistaram medalhas. Vitorias/conquistas que nos representam como associação!!!!

CATEGORIA 1 - LAGERS CLARAS/PILSNER

Nome: Emmanuel Cláudio de Oliveira
Nome da cerveja: Elles
Estilo: 4A - Munich Helles
ACervA: Amazonense


Nome: Fagner Zimmer
Nome da cerveja: Plzeň
Estilo: 3A - Czech Pale Lager
ACervA: Acerva Gaúcha


Nome: Fagner Zimmer
Nome da cerveja: German Pils
Estilo: 5D - German Pils
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 2 – AMBER LAGERS

Nome: CARLOS HENRIQUE MENEZES E SILVA
Nome da cerveja: MANOBIER DEFUMANO
Estilo: 6B - Rauchbier
ACervA: Acerva ES


Nome: Cyro Cavalcanti Neto
Nome da cerveja: Palermo
Estilo: 6B - Rauchbier
ACervA: Acerva Potiguar


Nome: Daniel Ferreira de Córdova
Nome da cerveja: Volans Rauchbier
Estilo: 6B - Rauchbier
ACervA: Acerva Catarinense

CATEGORIA 3 - DARK LAGER/BOCK

Nome: Diogo Gomes
Nome da cerveja: Detonator Doppelbock
Estilo:9A - Doppelbock
ACervA: Acerva Carioca


Nome: Guilherme Cominese
Nome da cerveja: Doublevision
Estilo: 9A - Doppelbock
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: Tiago Verdini Dantas
Nome da cerveja: Dunkel
Estilo: 8A - Munich Dunkel
ACervA: Acerva Carioca

CATEGORIA 4 - ALES CLARAS

Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Bruno Reis
Nome da cerveja: Restô d´Ontê
Estilo: 25B - Saison
ACervA: Acerva Mineira


Nome: Alcides Cristiano Morais Severo
Nome da cerveja: Fanck
Estilo: 1C - Cream Ale
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 5 - BLONDES E APAS

Nome: Erivaldo Casado
Nome da cerveja: Roubada Pale Ale
Estilo: 18B - American Pale Ale
ACervA: Acerva Candanga


Nome: Lívio Marques Pinto
Nome da cerveja: CupuAPA
Estilo: 18B - American Pale Ale
ACervA: Acerva Carioca


Nome: Guilherme Cominese
Nome da cerveja: Apa Classic Style #5
Estilo: 18B - American Pale Ale
ACervA: Acerva Paranaense

CATEGORIA 6 - AMERICAN IPAs

Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Lucas Meneghetti
Nome da cerveja: IPA =D
Estilo: 21A - American IPA
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 7 - SPECIALTY IPAs

Nome: Georges Parkinson
Nome da cerveja: Sunset
Estilo: 21B - Specialty IPA
ACervA: Acerva Paulista


Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Vermont Juicy IPA
Estilo: 21B - Specialty IPA
ACervA: Acerva Cearense


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:

CATEGORIA 8 - AMBER & BROWN ALEs

Nome: Everton Delfino
Nome da cerveja: [#SóVai] Pandorga Pride
Estilo: 11B - Best Bitter
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:

CATEGORIA 9 - PORTER & STOUTS

Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Lucas Jornada e Idevar Campaneruti
Nome da cerveja: FB Dry Stout
Estilo: 15B - Irish Stout
ACervA: Acerva Gaúcha


Nome: Darlan Senem Gouvea
Nome da cerveja: Bobber
Estilo: 16B - Oatmel Stout
ACervA: Acerva Mineira

CATEGORIA 10 - STRONG ALES

Nome: Marcus Vinicius Arakaki Trigo
Nome da cerveja: Banzai WeeHeavy
Estilo: 17C - Wee Heavy
ACervA: Acerva Paulista


Nome: Fábio Borba
Nome da cerveja: Wee Heavy
Estilo: 17C - Wee Heavy
ACervA: Acerva Mineira


Nome: Fernando Fernandez e Idevar Campaneruti
Nome da cerveja: AB American Strong Ale
Estilo: 22B - American Strong Ale
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 11 - CERVEJAS DE TRIGO OU COM TRIGO

Nome: Martijn Doelman
Nome da cerveja: Rain Gose
Estilo: 27A - Gose
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: Jonas Geiss
Nome da cerveja: Jon Brau Wit
Estilo: 24A - Witbier
ACervA: Acerva Paulista


Nome: Lucas Meneghetti
Nome da cerveja: Smoky & Sour
Estilo: 27C - Lichtenhainer
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 12 - SOUR, BRETT & WILD

Nome: Tiago Verdini Dantas
Nome da cerveja: Flanderszinha
Estilo: 23B - Flanders Red Ale
ACervA: Acerva Carioca


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Morris Warren
Nome da cerveja: Cuvée de Garde-Robes
Estilo: 23B - Flanders Red Ale
ACervA: Acerva Candanga

CATEGORIA 13 - FRUIT BEER

Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Psychedelic
Estilo: 29A - Fruit Beer
ACervA: Acerva Cearense


Nome: Cyro Cavalcanti Neto
Nome da cerveja: Quartier
Estilo: 29A - Fruit Beer
ACervA: Acerva Potiguar


Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Detox Berliner
Estilo: 29B - Fruit and Spicy Beer
ACervA: Acerva Cearense

CATEGORIA 14 - SPECIALTY BEER

Nome: Lucas Meneghetti
Nome da cerveja: Wake up
Estilo: 30A - Spice, Herb or Vegetable Beer
ACervA: Acerva Gaúcha


Nome: Bruno Morato
Nome da cerveja: Jetset Pumpkin Ale
Estilo: 30B - Autumn Seasonal Beer
ACervA: Acerva Candanga


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:

CATEGORIA 15 - WOOD AGED

Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Amburana Barley Wine
Estilo: 33A - Wood Aged
ACervA: Acerva Cearense


Nome: Andreia Hiura
Nome da cerveja: [#SóVai] Pandorga/Matulle Tilango
Estilo: 33B - Specialty Wood-Aged Beer
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: Jonas Geiss
Nome da cerveja: Jon Brau Barleywine
Estilo: 33A - Wood Aged
ACervA: Acerva Paulista

PANELA DE OURO: Rodrigo Campos Oliveira (Acerva Cearense)

RESULTADO FINAL
1º Lugar geral
Martijn Doelman
Rain Gose
Gose
Paranaense

2º Lugar geral
Tiago Verdini
Flandersinha
Flanders Red Ale
Carioca

3º lugar geral
Diogo Gomes
Detonator
Dopplebock
Carioca

Sds,
Kelvin

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Concurso Eisenbahn Mestre Cervejeira

Vem ai o concurso Eisenbanh 2017!


O tempo faz toda a diferença na preparação da cerveja. E para participar do Eisenbahn Mestre Cervejeiro você vai ter que começar agora a sua produção. 

O estilo escolhido esse ano é o American Pale Ale e as inscrições serão mais curtas: começam dia 10/07 e se encerram 17/07. Comece agora a produzir sua cerveja, para não ficar de fora dessa edição, que promete ser histórica! #MestreCervejeiro2017
"Atenção Mestres Cervejeiros: Comecem a preparar sua receita agora! 

As inscrições para o Eisenbahn Mestre Cervejeiro serão mais curtas: 
De 10 a 17 de julho. E teremos grandes novidades em breve".

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Seminário Cervejeiro em Minas Gerais

Seminário Cervejeiro rompe barreiras do conhecimento

O empresário e professor Marco Falcone, proferirá a palestra "Microcervejarias Mineiras: marca coletiva, tendências e experiências". Essa é a segunda palestra do programa "Competitividade Industrial Regional" desenvolvida pelo SEBRAE em parceria com o Sindbebidas de Minas Gerais.

Trata-se de uma oportunidade em trocar experiências, esclarecer dúvidas e conhecer as tendências do mercado cervejeiro em Minas Gerais. O evento é importante para apreciadores e empresários do segmento e da cadeia produtiva (o que inclui bares, restaurantes, hotéis, etc.), e será ministrado na cidade de Juiz de Fora no dia 27 de junho, às 18:30hs no SEBRAE de Juiz de Fora.



sexta-feira, 9 de junho de 2017

Degusta-me Betim

Betim celebra o evento "Degusta-me" nesse mês de Junho


Assim como há o "Experimente" em Nova Lima, Betim prestigia os amantes e os curiosos em cervejas para prestigiar o evento "Degusta-me" no dia 17 de junho.

Para obter o ingresso basta trocar por dois quilos de alimentos não perecíveis. (Não vale sal ou fubá).

Aproveite! Um brinde!


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Gestão de Riscos em Cervejarias

Vazamento de gás amônia em cervejaria desativada afeta cerca de 300 residências em MS
Um vazamento de gás amônia em uma cervejaria desativada de Corumbá, município distante 415 quilômetros da capital de Mato Grosso do Sul, afetou cerca de 300 residências na tarde desta quinta-feira (8). As equipes continuavam a trabalhar no início da noite.

A fábrica fica no bairro Cervejaria e, segundo o Corpo de Bombeiros, muitos moradores tiveram de deixar as residências por causa do risco de intoxicação.

O vazamento teria sido causado por um funcionário que estava fazendo a manutenção no local e cortou o cilindro do gás. O dono da cervejaria disse aos bombeiros que estavam fazendo a remoção dos equipamentos para serem levados para Toledo (PR).

Os bombeiros utilizaram uma mangueira de alta pressão para não deixar a amônia se espalhar. De acordo com os bombeiros, o cilindro danificado tem capacidade para 400 litros.


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Brasil Brau 2017

CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA CERVEJEIRA


O XV Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira reúne profissionais de destaque, atuantes nos mercados nacional e internacional, para a apresentação de palestras que dizem respeito a questões do mercado global de cerveja e assuntos de interesse da indústria em todos os portes, visando a atualização dos profissionais da área. A atividade fornece certificado de participação e uma programação com mais de treze horas de conteúdo, além do Beer Break, que consiste em um intervalo para degustação de cervejas e networking.

Confira abaixo os palestrantes que já confirmaram presença e alguns dos temas que serão abordados nesta edição. Para participar, você pode comprar ingresso para um dos dias (26, 27 ou 28 de julho) ou garantir um desconto especial comprando o passe para os três dias de atividade.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Great South Beer Cup 2017

Resultado de imagem para lohn bier

Lohn Bier é eleita cervejaria do ano na Argentina

A Lohn Bier foi eleita a cervejaria do ano na Great South Beer Cup, na Argentina, no último sábado, dia 27. Além do reconhecimento inédito, a cervejaria de Lauro Müller foi premiada com três medalhas: uma de ouro e duas de prata. A Quadruppel ganhou ouro na categoria Belgian Strong Ale; a Carvoeira e a IPA Bretta levaram prata nas categorias Specialty e Wild Beer, respectivamente. Com menos de três anos de existência, a Lohn já acumula 16 medalhas em competições nacionais e internacionais.
O concurso idealizado na Argentina tem edições anuais, ora na Argentina ora em outros países. Em 2016, a Lohn Bier ganhou uma medalha de bronze na competição também com a Carvoeira, cerveja icônica da marca e que homenageia importante atividade econômica do município de Lauro Müller - a mineração de carvão.

Para Richard Westphal Brighenti, sommelier e cervejeiro da Lohn, “participar de concursos e ganhar premiações é importante, já que neste mercado, que é muito diversificado, ter uma receita premiada é desígnio de qualidade”. De acordo com Richard, a Lohn produz cervejas dentro de um padrão máximo de exigência. “Fazemos cervejas com muita atenção, somos entusiasmados por cerveja e mesmo aquelas que não são premiadas são bons produtos. Temos um cuidado especial com todos os rótulos, da moagem ao recém montado laboratório”, explica. “A premiação de Melhor Cervejaria do ano de fato não era esperada, já que temos menos de três anos neste mercado. Mas honraremos o título continuando a entregar bons produtos e contribuindo para um mercado de cervejas mais aberto.” conclui.

No início do ano a Lohn Bier já havia sido premiada com quatro medalhas no 5º Concurso Brasileiro de Cerveja de Blumenau. Foram duas medalhas de ouro (a única cervejaria de SC a levar dois ouros) e duas de bronze para quatro rótulos da marca catarinense: Trippel e Carvoeira Wood Aged (ouro);  Laguna e Catharina Sour com Jabuticaba (bronze).
Ainda em 2017 a Lohn conquistou outro importante reconhecimento internacional. A Carvoeira Wood Aged levou a medalha de bronze na Copa Latinoamericana de Cervezas Artesanales. O concurso foi realizado em Cusco, no Peru, e reuniu mais de 400 cervejas de 12 países, que foram avaliadas por um exigente time de juízes.
Menina dos olhos da Lohn, a Carvoeira, que possui duas versões, acumula outros prêmios importantes, como a medalha de prata na Copa Cervezas de América, no Chile, em 2016; um certificado de excelência no Brussels Beer Challenge, realizado na Bélgica (principal festival belga de cerveja com 1250 amostras avaliadas); e a medalha de bronze no South Beer Cup, também em 2016. No início deste ano, a cerveja Carvoeira ganhou uma versão de café, disponível com todos os produtos da marca no endereço da loja virtual em www.lohnbier.com.br/loja .
Colaboração: Clarissa Antunes / Comunicação/Redação Engeplus

terça-feira, 16 de maio de 2017

O ManUau do Novo Varejista

Resultado de imagem para manual do novo varejista
ManUau do Novo Varejista: o livro capaz de modificar a postura do mercado nacional de varejo

Dia 02 de maio fui surpreendido por uma transmissão ao vivo pelo Facebook de um amigo que não o via a mais de 25 anos. Esse vídeo chamava os internautas à comparecerem ao lançamento do livro chamado "ManUau do Novo Varejista", escrito por Fred Rocha, no Mercado Central de Belo Horizonte.

Corri para o Mercado, passando diretamente pelo estacionamento, pois a entrada principal já se encontrava fechada. Lá, dei um forte abraço em Fred Rocha. Foi um momento especial pois fiquei muito feliz em tê-lo reencontrado. Ainda "de brinde" comprei um livro com direito a autógrafo! Leitor fanático que sou, prometi ao Fred que iria ler o seu livro a finco e com o critério que ele realmente merece. E assim fiz. Li o livro em 14 dias.

O ManUau do Novo Varejista é um compêndio de dicas e macetes para lá de bem bolados. É um curso de MBA de marketing executivo e vendas no varejo para aqueles que não tem tempo de frequentar uma sala de aula. A escrita é simples, fácil de entender e muito prazerosa de acompanhar. É como se o Fred Rocha estivesse tomando um chope contigo e passando o que ele aprendeu e ensinou ao longo dos mais de 20 anos de profissão no mercado de varejo. Se você é um daqueles rabugentos do comércio que se julga "fera para caramba no que faz", está na hora de ler o que o Fred tem para passar nesse ManUau. Muitos irão dizer em alguns momentos "- há isso eu já sabia"! Entretanto, há muitas outras coisinhas sutis entre as 360 páginas ao longo dos 26 capítulos, que fará você pensar e dizer mentalmente: "-é... de fato, isso eu não tinha pensado antes e, pelo contexto, faz todo o sentido". O conteúdo da obra é acima de tudo, bem fundamentado pelas pesquisas, entrevistas e análises e palestras que Fred efetuou pelos quatro cantos do Brasil. O livro está profissional.

Ademais, o material está bem diagramado, com figuras e fotos criativas que dão um ar alegre ao papel, tornando a leitura e a compreensão de texto, divertidas e associáveis aos tempos modernos.

É um livro extremamente atual. Recomendo de carteirinha para empresários do setor, aos futuros empreendedores que desejam entrar no ramo do varejo, para quem busca uma franquia como fonte de renda, aos  estagiários de vendas, vendedores e seus gerentes. Recomendo ainda para os industriais que buscam capilarizar os seus canais de vendas, tendo como objetivo compreender, de forma sensível, o perfil e as demandas de um cliente, que está cada vez mais raro e exigente. É agregação de valor, pois como Fred mesmo diz: "-Não dá mais para brincar de vendinha" e que "dinheiro é consequência".

ManUau do Novo Varejista - à venda pelo site do Fred Rocha. 
Entregas para todo o Brasil.



segunda-feira, 15 de maio de 2017

Cervejaria Campo Grande

Cervejaria Campo Grande vai produzir 10 milhões de latas da cerveja Bamboa
O Grupo RFK, investidora do empreendimento, tem como meta gerar 250 empregos diretos e 10 mil indiretos
Da redação do Jornal "A Crítica"
Durante a inauguração da Cervejaria Campo Grande, na noite dessa quinta-feira (11), no Polo Empresarial Oeste, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou a importância dos incentivos fiscais para a atração de novos empreendimentos a Mato Grosso do Sul e os resultados positivos que a indústria tem proporcionado ao Estado, com a geração de emprego e renda para a população.
“Nosso setor tem registrado números positivos conforme os números divulgados recentemente, foram 2,5 mil empregos a mais neste primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado. É um grande orgulho ver a indústria como pilar desse desenvolvimento do nosso Estado”, discursou Sérgio Longen durante a cerimônia de inauguração da cervejaria, a primeira a produzir cerveja em escala industrial em Mato Grosso do Sul.
O presidente da Fiems usou o exemplo da Cervejaria Campo Grande para reforçar o papel dos incentivos fiscais na competitividade das indústrias sul-mato-grossenses. “Esse projeto estava praticamente alinhado para ser construído em outro lugar e, com apoio do Governo do Estado e do secretário estadual Jaime Verruck, conseguimos trazê-lo para a nossa Capital. A industrialização veio para ficar e, por isso, temos trabalhado e cobrado muito do governador Reinaldo Azambuja para que sejam mantidos os contratos de incentivos, dando mais competitividade às indústrias”, emendou.
O Grupo RFK, investidora do empreendimento, tem como meta gerar 250 empregos diretos e 10 mil indiretos, se considerada toda a cadeia produtiva envolvida no projeto, como construção civil, transporte, distribuição, entre outros, além de produzir 10 milhões de latas da cerveja “Bamboa” por mês. O governador Reinaldo Azambuja comemorou o fato de a cervejaria ser a primeira a produzir cerveja em escala industrial no Estado e a escolha da Capital para instalação da fábrica.
“Foi devido à muito diálogo e aos incentivos, cuja concessão muitas vezes é criticada por aqueles que não compreendem a lógica da troca de impostos por empregos, e o resultado é compartilhado por todos, que contam com mais empregos, mais gente consumindo no comércio”, analisou o governador sobre a concessão de incentivos fiscais por parte do Governo do Estado, que isenta das empresas o recolhimento de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em troca de uma série de contrapartidas, enquanto a Prefeitura doa o terreno e isenta de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza).
O prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad, afirmou que a cidade passou por um período de dificuldades em que diversas empresas fecharam as portas, mas que o momento é de pensar nos dias favoráveis que virão. “O momento hoje é de embriaguez, mas embriaguez de sucesso e felicidade, fortalecendo a indústria local, atraindo novos empreendimentos e gerando mais empregos”, ressaltou.
O presdente do Grupo RFK, Marcio Mendes, agradeceu a interlocução da Fiems para alinhar a instalação da fábrica de cerveja em Campo Grande e ao papel do Governo e da Prefeitura na concessão dos incentivos. “Nunca vi um tratamento tão bom no meio empresarial quanto o que recebi aqui e ficou o sentimento de gratidão e o dever de aqui permanecer. Prometo que cada centavo que foi concedido dos incentivos fiscais, cada metro quadrado do terreno onde estamos instalados serão convertidos em postos de trabalho e muitas oportunidades. Vou levar o nome da Cidade Morena para todo o País”, prometeu.
Também participaram da cerimônia de inauguração da Cervejaria Campo Grande o titular da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, o deputado estadual Maurício Picarelli, representando a Assembleia Legislativa, o vereador João César Mattogrosso, representando a Câmara de Campo Grande, o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, e o superintende do Banco do Brasil no Estado, Glaucio Zanetin.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Ave César Books: O Catador de Sonhos

Geraldo Rufino: O catador de sonhos

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, bebida e texto

Até pouco tempo atrás me considerava um leitor comum, que lia livros tempestivamente. De uns anos para cá essa situação mudou de figura. As leituras, cada vez mais recorrentes,  foram seguidas de inúmeras visitas às livrarias, feiras, arquivos públicos e principalmente bibliotecas. Esses locais passaram a fazer parte do meu cotidiano, e de minha família também. Como estou escrevendo um livro que boa parte está pautado no depoimento de pessoas, passei a ler alguns exemplares que contassem a história de alguns "seres ilustres", com o objetivo de compreender a forma de como seus escritores colocavam as suas ideias no papel. Foi uma forma que busquei para escrever e me expressar melhor, facilitando a compreensão do meu querido leitor. Entre essas obras, encontrei uma redigida na Primeira Pessoa do Singular, ou seja, o próprio autor se comunicando diretamente com o leitor, que me chamou a atenção. Trata-se do livro de Geraldo Rufino - "O Catador de Sonhos".

A forma que ele transmite o seu conhecimento, passa a sensação que você está sentando à sua frente, e o que vos separa é apenas uma mesa. Trata-se de uma conversa franca, "papo reto" de quem errou, e que conseguiu, com a ajuda de muita gente, dar a volta por cima.

Adjetivos e termos como "atenção", "carinho", "gratidão", "respeito ao próximo", "credibilidade" e "foco nas metas", são itens que se repetem inúmeras vezes ao longo dos capítulos dando a devida importância em praticá-los. Confesso que me identifiquei muito com Geraldo Rufino. E se ele é o que está escrito no livro, posso concluir que Geraldo é um cara bacana e um empresário acima da média. 

Um dos itens que pude tirar de proveito do livro é na verdade um alerta ao empreendedor, (principalmente àqueles do segmento de cervejas, que tanto curto). Um Empreendedor, é acima de tudo, um Empresário. Toda paixão vivida em um empreendedor têm que estar alinhada à uma gestão vivida em um empresário. Tem que haver controle, planilhas para preencher, ler, interpretar e tomar atitude. Se você não tiver estratégia, você seguirá outra de outro alguém e isso significa terceirizar os seus sonhos e os seus problemas. Os sonhos são seus e os problemas de sua empresa também e cabe a você solucioná-los. Amor e paixão sozinhos não vão encher o seu bolso e seus objetivos, que visam à peneridade do seu negócio, morrerão na praia. 

Talvez eu equipare "Paixão e Gestão" à um casamento. Estar do lado de quem amamos é maravilhoso, mas para manter esse amor, com algum conforto, de um lado tem que haver paciência, humildade, concessão. Do outro, visão de longo prazo, dedicação (tomar atitude) e autocontrole das contas domésticas! Seria isso um exemplo da união de paixão e gestão?!

Boa leitura e desejo sucesso em seus empreendimentos meu leitor, ou melhor, meu bom empresário que tem paixão pelo que faz! Se cuide. Um brinde!

sexta-feira, 5 de maio de 2017

O dia Mundial da Língua Portuguesa


Dia da Língua Portuguesa e da Cultura
Como escritor não poderia deixar de mencionar o dia especial de hoje. O Dia da Língua Portuguesa e da Cultura é comemorado anualmente em 5 de maio entre os países lusófonos.
Esta data celebra a importância cultura e histórica da língua portuguesa para toda a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP)
Durante esta data, os países que formam a CPLP promovem eventos especiais na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.
No Brasil, o idioma portuguesa também é celebrado durante o Dia Nacional da Língua Portuguesa, em 5 de novembro. Esta data foi instituída no país através do decreto de lei nº 11.310/2006.
Veja o comentário final de Joseval Peixoto sobre a língua portuguesa no Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan ,São Paulo às 9:56 da manhã (2:30 minutos do vídeo). Um espetáculo a parte! Temos que realmente estudar mais, aprender mais e melhorar a nossa prática em "macaquiar" a sintaxe Lusíada. https://www.youtube.com/watch?v=VbXpmJz_5j4.

Um brinde!

XII Encontro Nacional das ACervAs


Última chance para cadastrar suas receitas no Concurso BJCP do #XIIEncontroNacionaldasACervAs! Se você é membro de qualquer ACervA do país e quer ter suas cervejas avaliadas por alguns dos mais conceituados juízes do Brasil e do mundo, basta acessar www.acervapotiguar.com.br/nacional/concurso e fazer sua inscrição de até 10 cervejas de estilos diferentes. São vagas limitadas e só até hoje, 5 de maio! Boas cervejas, e sucesso a todos os inscritos!

#NacionalDasACervAs2017 #ACervAPotiguar #ACervABrasil #Natal #Brasil #Cerveja #Beer #BJCP #ConcursoBJCP


quinta-feira, 4 de maio de 2017

Cervejaria Furst

Pastel de torresmo e pirulito de bacon! Nova cervejaria em BH tem cardápio inusitado



por Érica Santos
A capital dos bares ganhou mais uma parada cervejeira: o Fürst Tap Room. Inaugurada em março, a casa traz sete opções de cervejas em garrafa e oito estilos de chopes. Além disso, um cardápio com pratos que ganham harmonia com as bebidas. O destaque das comidas fica por conta do pastel de torresmo e pirulito de bacon.
Os chopes são vendidos em copos de 200, 300, 475 ou 1000 ml. Já as garrafas de cerveja possuem 600 ml. Além disso, a casa oferece dez torneiras de chope, de cervejarias convidadas. As bebidas são produzidas diretamente na fábrica da Fürst, na cidade de Formiga, Minas Gerais. Alguma são de cervejarias parceiras.

O cardápio, assinado pelo chefs Zito Cavalcante e Rodrigo Baeta, trazem pratos inusitados e harmonizados com a cerveja. Algumas opções do cardápio são:  pastel de torresmo com geleia de tangerina picante, pirulito de bacon, iscas de frango empanadas no malte Fürst, hambúrgueres artesanais e batata frita na farofa de parmesão, entre outros.

Além disso, o local possui uma ‘Growler Station’ – recipiente próprio para armazenar cerveja – e uma lojinha onde os clientes encontram peças e acessórios da cervejaria. Também é possível abastecer seus growlers com os chopes da marca.
Pra completar, o ambiente lembra os tradicionais pubs, já que é todo decorado com rótulos das cervejas. O bar também oferece TVs para transmissão de jogos de esporte.
Fonte: http://bhaz.com.br/2017/05/03/cervejaria-furst-tap-room/

Ambev Resultados do 1Q



Lucro da Ambev cai 20,1% no 1º trimestre de 2017

A empresa, controlada pela AB InBev, divulgou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBTIDA)

A Ambev teve lucro líquido ajustado 20,1 por cento menor e abaixo das expectativas do mercado no primeiro trimestre, conforme o crescimento de custos ofuscou volumes maiores de vendas.
Controlada pela AB InBev, maior cervejaria do mundo, a empresa anunciou lucro líquido ajustado de 2,316 bilhões de reais de janeiro e março, abaixo dos 2,9 bilhões de reais observados um ano atrás e dos 2,795 bilhões esperados por analistas consultados pela Thomson Reuters.
A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de 4,356 bilhões de reais de janeiro a março, uma cifra 17,3 por cento menor ante igual período de 2016 e inferior aos 4,932 bilhões de reais apontados por analistas ouvidos pela Thomson Reuters.
No Brasil, o custo dos produtos vendidos por hectolitro subiu 29,1 por cento na comparação anual, para 96,90 reais, enquanto a receita líquida aumentou 0,6 por cento na mesma base, para 228,90 reais por hectolitro, de acordo com o material de divulgação do balanço.
Em termos de volume, a Ambev apresentou no Brasil crescimento de 2,6 por cento ante o primeiro trimestre do ano passado, para 27,5 bilhões de hectolitros.
Desconsiderando depreciação e amortização, as despesas gerais e administrativas da empresa no país cresceram 1,5 por cento, para 1,82 bilhão de reais.

Para 2017, a Ambev espera que o custo de produto vendido por hectolitro tenha alta de dois dígitos no primeiro semestre e se mantenha estável ou suba um dígito baixo no segundo.

domingo, 23 de abril de 2017

Era um vez uma história

Quer conhecer um pouco sobre a história do Brasil? Está aqui uma boa oportunidade!


Trata-se de uma superprodução que conta como foram os anos que culminaram com o Brasil independente; da chegada da família real ao Rio de Janeiro até a Proclamação da República. Exibida em quatro episódios semanais (quintas-feiras às 22h50), a série combina dramaturgia, documentário e entretenimento numa maneira nova de olhar para o passado e redescobrir o país. O programa leva os espectadores para campos de batalha onde aconteceram confrontos épicos pela liberdade até salões de democracia onde pioneiros escreveram constituições.

É uma oportunidade também de conhecer como realmente foram os personagens que moldaram a história do Brasil, e não como os livros os descrevem. "Era Uma Vez Uma História tem um maneira divertida de contar um assunto muito interessante e importante: a história do Brasil. Usamos os melhores recursos da dramaturgia e dos documentários, uma pós-produção intensa e ilustrativa e uma edição impecável, além da condução sólida de Dan Stulbach e Lilia Schwarcz, que nos levam nessa viagem maravilhosa", diz Diego Guebel, diretor-geral de conteúdo da Band.




Fonte e mais informações:http://entretenimento.band.uol.com.br/tv/noticia/?id=100000854799&t=band-estreia-shark-tank-brasil-e-era-uma-vez-uma-historia

quinta-feira, 13 de abril de 2017

SPACE


SPACE

A última casa noturna da Savassi, da década de 90
por Henrique Oliveira

Por volta dos meus 16 anos frequentava a boate SPACE, que ficava na rua Pernambuco (acho que era número 1317), na praça da Savassi. O seu proprietário era Gustavo Martini, com quem tive o prazer de dividir por um tempo a mesma sala do curso de Ciências Contábeis na PUC/MG. Seu pai, o velho Martini, era o proprietário da Casa do Whisky, famosa loja de bebidas que ficava na Avenida do Contorno esquina com Nossa Senhora do Carmo. Anos mais tarde, aquele ponto se transformou parte do que é o Shopping Pátio Savassi.

Gustavo, salvo engano, já havia empreendido em outras casas noturnas (acredito que foi a Tom Marron e a New Balance). A Space foi uma casa diferente, pois ele a projetou de forma especial para atender as demandas do Dj Alberto Jacomini, que era, além do DJ da casa, um amigo pessoal de Gustavo que de vez em quando jogavam um futebol juntos (diga-se de passagem diziam que Alberto era muito bom de bola).

A casa tinha entrada simples, com uma porta dupla de metal rolante, imagino na cor branco gelo. Logo na parte interna havia uma bilheteria. Quem fosse com a camisa da Space na Matinê (era uma camisa branca de manga curta e de gola alta, escrito “SPACE” em rosa fluorescente e contorno em azul com um cometa, logo abaixo do escrito) pagava meia entrada ou ganhava entrada “free” até as 16:00 horas.

Ao entrar na boate havia um sobre salto antes da pista de dança com banquinhos e mesas baixas.  A pista era quadriculada como um tabuleiro de xadrez em preto e branco. Os sofás da pista eram confortáveis mas ocos por dentro, pois ali ficavam os sub woofers de 16 polegadas que explodiam os graves sem danificar a qualidade do som. (A casa tinha boa acústica).

A cabine, na cor verde, foi desenhada exclusivamente para o DJ Alberto. Ali tocava as melhores músicas dos anos 90, no mais puro vinil (nada de “Final Scratch” ou “CDJ’s”)! A primeira vinheta de abertura da casa foi bem triunfal https://www.youtube.com/watch?v=8Myi7t7wXLE, e a segunda vinheta foi elaborada com um megamix dos dj’s espanhóis "MAX MIX". Ambas foram produzidas pelo Emílio Surita (apresentador do Pânico) que na época possuía uma empresa de jingles. Ambas aberturas eram simplesmente fantásticas e contagiantes.

A estrutura da cabine era baixa e quem quisesse apreciar as Technics MK2 e o mix Numark com leds em arco era só ficar ao lado dessa, pois havia apenas uma pequena faixa em vidro blindex que separava os equipamentos do público dançante.

Havia no centro uma meia bola fixa com vários furos que se movia num movimento "sobe-desce" por um elevador pantográfico, cuja luz branca interna era refletida por espelhos. Havia também quatro caixas quadradas com pin bins rosas com pontas em formato de pirâmide viradas de cabeça para baixo. Havia inúmeros estrobinhos que davam a sensação de estrelas piscando de forma aleatória, num céu bem escuro.  Havia também diversos quadrados no teto, desenhados por tubos de luz neon, que piscavam de forma alternada conforme a cor e o batido da música. Duas bolas malucas, em par 36 ficavam em posições opostas. Outras iluminações como castanholas e bailarinas também compunham aquele cenário.

Um telão em cima da cabine passava vídeo clips. Por meio de um computador, DJ Alberto executava sorteios através de um sistema aleatório de premiação. Eram sorteados cortesias e, sobretudo, camisetas da casa. Havia um mezanino com camarote, mas esse era pequeno.

DJ Alberto se tornou famoso em BH. Ele era um profissional muito sério e compenetrado em seu trabalho. Normalmente ele mixava segurando um dos lados do fone de ouvido e virava as músicas de forma muito criativa. O seu repertório era contagiante. Essas qualidades fazia com que multidões o seguissem por onde tocava. Teve um tempo que a rádio Extra FM 103,9 da Rede Itatiaia produzia o programa dele chamado “Meio Dia & Dance”, de 12:00hs às 13:00hs, que batia a concorrência. (Os mais velhos de pista como eu, acompanham hoje o “Planeta DJ” da Jovem Pan, somente depois que o “Meio Dia & Dance” saiu do ar). As vinhetas desse programa também foram produzidas pelo Emílio Surita e elas eram top de linha.

A boate Space foi charmosa e de certa forma intimista, pois se tratava de um espaço pequeno. Essa casa, assim como a Hippodromo, também deixou saudades. Gustavo fechou a Space de coração partido. Ele adorava o ambiente, clientes e funcionários; e nós também. Apesar do lado bom da coisa, o som da Space que tanto nos alegrava, incomodava os vizinhos. A Savassi, apesar do seu charme gastronômico e comercial, possui também a sua parte residencial, que precisa ter o seu silêncio e descanso preservados.

Mas antes de encerrar suas atividades, Gustavo Martini, em 1993 deixou o seu legado, por meio da impressão de um disco de vinil com o nome “Space: Explicit Rave”. Esse vinil eu tenho um exemplar comigo até os dias de hoje e o guardo com muito carinho. Atualmente, Gustavo e sua família estão à frente da “Casa do Vinho”, uma loja especializada em vinhos, espumantes e outras bebidas espirituosas, na avenida Cristóvão Colombo, bem no coração da Savassi.  

Ao Gustavo Martini e ao DJ Alberto Jacomini, segue o meu fraterno abraço.

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre a Space veja o vídeo.
Meio-Dia & Dance (com direito a vinheta e tudo mais).

Repertório do primeiro disco da Space – Explicit Rave.
A1 - Culture Beat - Mr. Vain
A2 – East Side Poetics – Bang 'Em (Miday Mix)
A3 - J.K. - You Make Me Feel Good (Disco Mix)
A4 - Cartouche – Shame (Extended Mix)
B1 - Space Mix – Dj Alberto
B2 - DJ BoBo – Somebody Dance With Me.
B3 - Magic Marmelade – America
B4 - Expose – Tell Me Why (Esse Remix é Maravilhoso.Ficou marcado na casa.)

Primeira Abertura:
10,9,8,7,6,5,4,3,2,1 / Space/the fire/ignition/Mister Dj/Space, Space!
We sure that are hot/number of more music/computer lights/Space!
Last some show/music non-stop (3x)/Space!/ Focus/Music/Power/New York/Communication
10, 9/inginition start at/6,5,4,3,2,1,0
A partir de agora o melhor som do planeta! Space!


Henrique Oliveira é escritor especializado em cervejarias.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Stela Artois e a água

Stela Artois e Matt Damon unidos em um vídeo muito interessante!




Na compra de 1 cálice você estará ajudando a empresa a coleta água, em uma campanha chamada "Buy A Lady A Drink". A entrega dos cálices será feita pela Amazon.

Mais informações veja em http://www.stellaartois.com/en_us/buy-a-lady-a-drink.html

quinta-feira, 23 de março de 2017

Cervejaria TUG

Instalação de cervejaria artesanal gera empregos em Uberaba

por Mariana Dias, do portal G1
A primeira indústria de cerveja artesanal de Uberaba deve gerar empregos em vários níveis. Segundo o empresário João Graciolli, a ideia é contratar profissionais da cidade para área de produção, processo e, futuramente, para a área de distribuição dos produtos. A Cervejaria TUG deve entrar em operação a partir de abril.
“Ainda é cedo para afirmar quantas vagas serão. Já geramos alguns empregos e haverá mais oportunidades. Por enquanto, estamos na fase final da preparação da fábrica. Foi feito o startup na planta para seguir com seu ciclo produtivo agora e, durante o mês de março, ela vai fazer várias produções”, afirmou.
Com investimentos de R$ 5 milhões e com foco em competir com as melhores marcas de cerveja artesanais do Brasil, a cervejaria produzirá, inicialmente, quatro tipos da bebida (Pilsen, German Pils, English Pale Ale e Weizenbier), atingindo 25 mil litros por mês. De acordo com João Graciolli, até o fim de 2017 já serão 12 tipos de cerveja, sendo dois de envelhecimento em barricas de carvalho. A fábrica tem capacidade para produzir 50 mil litros por mês.
“A fábrica irá fomentar a geração de valor já que é um produto local que vai gerar impostos na comercialização de produtos. Este produto será comercializado para outras regiões – como São Paulo e Rio de Janeiro – levando o nome da cidade junto com a cervejaria. Isso tudo vai acabar gerando mais investimentos para Uberaba”, ressaltou.
Cervejaria artesanal TUG Uberaba (Foto: Neto Talmeli/PMU)Cervejaria deve ser inaugurada em 60 dias
(Foto: Neto Talmeli/PMU)
Ele explicou que o segmento de cerveja no Brasil está se desenvolvendo muito, crescendo 10% ao ano. "Essas cervejas artesanais, por serem especiais e de alto padrão, tem o objetivo de desenvolver o mercado para que os consumidores possam apreciar essa cerveja de puro malte. É uma cerveja pura, premium”, afirmou.
De acordo com o empresário, a empresa segue modelos sofisticados de cervejarias artesanais de nível mundial, com utilização de ingredientes de alta qualidade, sem adição de estabilizantes ou antioxidantes.
Graciolli contou que os apreciadores poderão degustar e comprar cerveja “direto da fonte”. A bebida será distribuída em garrafas, barris, growlers e outras embalagens especiais. A fábrica fica às margens da BR-050. “Aqui teremos uma pequena choperia, com 60 lugares, aberta depois das 17h. Como diz um ditado da Alemanha, cerveja boa é aquela da qual você pode ver a chaminé da fábrica”, comentou.
Escolha da cidade
O empresário afirmou que Uberaba foi escolhida entre diversos municípios em função da logística, qualidade da água e facilidades nas tratativas junto à Prefeitura.
Cerveja artesanal passa a ser oferecida pela primeira vez na Oktoberfest em Santa Cruz do Sul (Foto: RBS TV/Reprodução)Prefeitura e empresários negociam implantação de
segunda unidade (Foto: RBS TV/Reprodução)
“Foi feita uma análise de potencial de mercado e a gente identificou Uberaba como uma cidade que tem potencial para receber este investimento. O cenário para este tipo de produto na cidade já é uma crescente. Avaliando as outras empresas de cervejas artesanais que já existem no Triângulo Mineiro, nós entendemos que existia uma capacidade para ser explorada e utilizada porque há uma demanda para estes produtos”, avaliou.
O nome, segundo Graciolli, tem um significado especial “T de Triângulo, U de Uberaba e G de Gerais (Minas). TUG, em inglês, significa força”, acrescentou.
Inauguração e futuro
Já existe um planejamento para a abertura da segunda unidade da Cervejaria TUG. O prefeito, Paulo Piau, também revelou que Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e os empresários já estão em negociação para a implantação.
“Pensamos longe. Eles vão entregar esta unidade nos próximos dias e a Sedec já está trabalhando para que a segunda unidade também seja implantada. Não perdemos tempo. E mais um detalhe importante: foi justamente a mudança no Plano Diretor que permitiu que esta unidade fosse instalada aqui, às margens da BR 050”, comentou Piau.
Cervejaria Artesanal Tug Uberaba (Foto: Neto Tameli/PMU)Secretário, empresário e prefeito visitam fábrica de cervejas (Foto: Neto Tameli/PMU)

quarta-feira, 22 de março de 2017

Viajante Cervejeiro - O livro

"Viajante Cervejeiro" junta suas viagens em um livro inédito



Edson Carvalho Júnior é mais conhecido pelos amigos e internautas por "Viajante Cervejeiro". Esse camarada gente boa se dispôs por mais de dois anos, viajar pelo Brasil de carona em busca da cerveja especial. Quem o acompanha, conhece bem a saga desse verdadeiro seguidor de brejas.

Suas viagens foram de norte a sul do país, mapeando a boa cerveja, semelhante ao livro que escrevi - Brasil Beer. Agora é era do Edson colocar no papel os seus sentimentos, apertos e alegrias dessa viagem cervejeira.

Para tanto ele convida os parceiros, amigos e apreciadores de cervejas e público em geral a consolidar as suas impressões, por meio do livro que ele irá lançar.

Para tanto, é necessário entrar no site do Catarse https://www.catarse.me/viajantecervejeiro  e apoiar a causa. Vamos em frente! Vale a pena!

Ao Edson, aqui vai meu brinde! Conte comigo!

terça-feira, 21 de março de 2017

Trainee Ambev

Ambev abre vagas para Trainee Industrial

Quer trabalhar na empresa que leva celebração para diversos países das Américas? E ter a oportunidade de desenvolver uma carreira internacional? O programa Trainee Industrial Ambev pode ser a chance de fazer disso a sua realidade profissional.

Focado nas atividades industriais, o programa permite que o trainee mergulhe na rotina de diversas áreas da companhia, aprendendo com a prática. É seu futuro sendo construído a passos largos.



http://www.ambev.com.br/carreiras/trabalhe-conosco/trainee-industrial/ 

terça-feira, 7 de março de 2017

Festival Brasileiro de Cervejas 2017

Os melhores do ano de 2017
logo@242x253
1o. Lugar: Cervejaria Tupiniquim
2o. Lugar: Cervejaria Bodebrown
3o. Lugar: Cervejaria Bier Hoff

Conjunto da obra (5 anos): Cervejaria Bodebrown

Veja a transmissão executada por Bob Fonseca diretamente de Blumenau

https://www.facebook.com/roberto.fonseca.1829/videos/10155117391044461/

Fürst Tap Room


Dá-lhe garotos!


St. Patrick's Day BH Rugby

♣ A original e mais tradicional festa de St. Patrick’s Day de Belo Horizonte! ♣

A festa será no Pátio Cervejeiro da Backer, regada de muita cerveja artesanal. E mais: Chopp Irish Green, campeonato de chopp em metro, concurso de barba e bigode e melhor fantasia, com presença confirmada dos melhores food trucks da cidade! Tudo isso em uma mega estrutura coberta e decoração temática! 

♣ ATRAÇÕES:
BANDAS: SEU MADRUGA, TAVERNA, HANS, CA$H feat. Singles.DJ NEST e   VEOTS

♣ Sábado
18 de Março, a partir de 12H.
Pátio Cervejeiro da Backer 
(Rua Santa Rita, 220 – Bairro Olhos D'água – BH)

♣ KIT INGRESSO
1º LOTE: R$ 80,00 (CAMISETA EXCLUSIVA DO EVENTO + CANECA PERSONALIZADA + TICKET CHOPP BACKER IRISH GREEN DE 300ML). As camisas serão entregues nos dias 15, 16 e 17 de março, de 10h às 18h, na Central dos Eventos (Rua Fernandes Tourinho, 470, lj 12). CANECAS e TICKET DE CHOPP IRISH GREEN.
Entregues no dia do evento, 18 de março, na portaria.

♣ PONTOS DE VENDA: VENDAS A PARTIR DE SÁBADO – 04 DE MARÇO.

- TEMPLO CERVEJEIRO BACKER: Rua Santa Rita, 220 - Olhos D'Agua
Terça e Quarta - 11h30 às 15h
Quarta e Quinta - 11h30 às 15h / 17h às 00h
Sexta e Sábado - 11h30 às 00h
Domingo - 11h30 às 15h

- BAR DO ANTÔNIO: Mercado Central BH
Segunda à sábado - 9h às 18h
Domingo - 9h às 13h

- PUB BACKER ANCHIETA - Av. Francisco Deslandes, 900 - Anchieta
Segunda à Sábado - 12h às 15h / 18h às 23h 

- PUB BACKER ITAU - Av. General David Sarnoff, 5160 - Cidade Industrial - Contagem
Horário - Funcionamento de Shopping.

Classificação do evento: maiores de 18 anos.

Mais informações: (31) 3228-8888
www.facebook.com/St.PatricksDayBHOriginal
instagram.com/cervejariabacker


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Atenção! Compre seu ingresso em até 18x em todos os cartões de crédito pelo nosso site!

Pontos de Vendas Central dos Eventos:

Belo Horizonte:
Savassi | Loja Central dos Eventos (Rua Fernandes Tourinho 470, Loja 16)
Galeria C&A Centro | Loja Central dos Eventos
Shopping Pampulha Via Brasil | Loja Central dos Eventos
Center Minas | Quiosque Central dos Eventos

Contagem:
Big Shopping Contagem | Quiosque Central dos Eventos

Betim:
Monte Carmo Shopping | Quiosque Central dos Eventos

Sete Lagoas:
Shopping Sete Lagoas | Quiosque Central dos Eventos
Shopping Lagoa | Quiosque Central dos Eventos

Divinópolis:
Shopping Pátio Divinópolis | Quiosque Central dos Eventos

Compre também através de nosso Aplicativo Central dos Eventos Mobile

https://www.centraldoseventos.com.br/comprar/st-patricks-day-original-backer-18-de-marco
Real Time Web Analytics