quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Hippodromo Disco



Hippodromo: A casa noturna dos anos 80 de BH
por Henrique Oliveira

O Cine Alvorada foi inaugurado em Belo Horizonte no ano de 1958, mais precisamente no bairro do Santa Efigênia.

Em 1983, o cinema fechou e por um tempo, mais parecia uma edificação abandonada. Foi por volta de 1989, no início da nova onda da House Music, comandada por bandas do gênero como Technotronic, Kon Kan, Snap, Pajama Party, Front 242, Club House, DJ Professor, Sharada House Gang, Company B, Cappela, 49ers, Hit House  muitos deles de origem belga e italiana, que surgiram duas casas noturnas em Belo Horizonte, capazes de receber, com conforto, mais de duas mil pessoas. Até então as casas existentes eram pequenas e sua capacidade era limitada, aproximadamente para 500 pessoas - Tom Marrom, Focus, New Balance e Baturité foram algumas delas.

Essas megas danceterias na capital mineira eram, basicamente, duas. A Olympia, localizada na Avenida Olegário Maciel na parte subsolo do edifício JK e a Hippodromo que ocupou o espaço do antigo Cine Alvorada, na Avenida do Contorno 3.239. Três cavalos dourados correndo formavam a logomarca, bem marcante por sinal. Havia uma outra unidade Hippodromo em São Paulo, no bairro Pompéia. (http://aconteceunosanos80.blogspot.com.br/2010/07/as-danceterias-dos-anos-80-e-inicio-de.html ).

Essa casa que frequentei com mais assiduidade, tinha em sua entrada um tapete vermelho  muito bonito. Seu interior, muito bem ornamentado e com iluminação de ponta, tinha em seu centro um Orion com elevador pantográfico (http://www.movec.com.br/detalhe-orion-masterpiece.php), várias castanholas em par 36, pin bins, mini estrobos, moving lights refletidos por espelhos e movimentados por joystick.

Os parapeitos e corrimãos eram tubulares de cor amarelo leitoso, iluminados internamente. Os degraus das escadas também eram sutilmente iluminados.

O mezanino era composto por camarotes, com sofá, poltronas e mesa de centro e eram atendidos por garçons. Do lado superior do palco havia um imenso bar com balcão circular para atender o público que saia suado de tanto dançar. De frente ao palco estava a cabine do DJ que inicialmente foi comandada pelo DJ Ernane. Junto àquela cabine havia todo um comando de luz. O iluminador se não me engando se chamava Ricardo. Ao lado da cabine ficavam dois painéis para projeção de vídeos que eram acionados eletronicamente, num movimento desce-sobe. Ali eram projetados vídeo clips inéditos, como Technotronic - Get Up! e Black Box - Right on Time.

A abertura da casa iniciava com uma montagem feita com a orquestra de Rick Wakeman - Viagem a Centro da Terra, passando também pelos vovôs do Tecno - Kraftwerk.

No fundo da Hippodromo havia um palco que possuía um painel de fundo multicolorido que piscava de acordo com a batida do som e que também era utilizado para apresentação de bandas. (imagino que nesse palco era a tela do antigo cinema). A segurança de todos ficava a cargo da "Lobos Segurança", formada por membros que eram ou foram da Polícia Militar.

Os ingressos eram vendidos na bilheteria, localizadas logo na entrada. Guardei algumas cortesias  que ganhei e convites que comprei. Valeu a pena guardá-los por tanto tempo, pois não tinha visto muito sobre a Hippodromo na internet, quando tinha curiosidade em pesquisar. (Espero que aprecie!)

 Lembrar desse local e ter passado por ali foi divertido e sinto nostalgia. Com o passar do tempo, a Hippodromo perdeu seu charme quando brigas começaram a tomar conta do local, principalmente nas matinês de domingos. Mesmo com os esforços da casa, em não deixar acontecer as "brigas de galeras"do lado de fora, não teve jeito. Com o tempo, o público foi se modificando assim como o estilo da Hippodromo e os ritmos musicais que as deixavam sempre lotada.

Acredito que a Hippodromo durou uns 10 anos. Atualmente, no mesmo local, funciona a casa de shows Music Hall, que vem fazendo bonito com espetáculos para públicos segmentados.

10 hits históricos que marcaram a Hippodromo, que eu me lembro e curto até hoje:
  1. Club House - I'm Alone
  2. Rofo - Rofo's Theme
  3. Black Box - Rigth on time (eles tinham dois picture discs desses caras).
  4. Out of the ordinary - Play it again
  5. Rosso Barroco - Don't Stop
  6. DJ Atkins & Sharada House Gang - Let's Down the House
  7. Technotronic - Pump up the Jam
  8. 49ers - Touch Me
  9. Francesco Zappalla & DJ Professor - We got do it (https://www.youtube.com/watch?v=UmRF8AT2Vcg)
  10. Gino Latino - Al'amore
Quem sabe não aparece alguém para fazer uma festa em homenagem a essa danceteria?

Hippodromo Disco Show.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Real Time Web Analytics